16 de jan de 2011

Coordenadas

O ACA trabalha com o sistema de coordenadas baseado no plano cartesiano, através dos eixos de coordenadas X,Y e Z. Quando um comando pergunta por um ponto de inserção, por exemplo, basta digitar suas coordenadas X,Y,Z ou especificá-lo através do mouse. É importante lembrar que vírgulas separam coordenadas e pontos separam casas decimais.

Trabalhando com coordenadas

· Coordenadas absolutas

São valores que determinam a distância (valor numérico) e a direção (+ ou -) do ponto em relação ao plano cartesiano. Para determinar um ponto a 7 unidades e meia no eixo X e a 6 unidades no eixo Y, deve-se escrever na linha de comandos a expressão:

7.5 , 6

· Coordenadas relativas

São valores que determinam a distância (valor numérico) e a direção (+ ou -) de um ponto em relação ao último especificado. Para determinar um ponto a 15 unidades no eixo X e a 9 unidades abaixo no eixo Y do ponto anterior deve-se escrever na linha de comandos a expressão:

@ 15 , -9

· Coordenadas angulares

São valores que determinam a distância (valor numérico) do ponto em relação ao último ponto especificado, em um determinado ângulo, lembrando que os ângulos são determinados em sentido anti-horário, com o ângulo 0° correspondendo ao eixo positivo da coordenada X. Para determinar um ponto a 8 unidades com uma inclinação de 32° em relação ao ponto anterior deve-se escrever na linha de comandos a expressão:

@ 8 < 32

Trabalhando com o mouse

· Inserção direta

O método básico de inserção de pontos é o posicionamento através do mouse, bastando para isso mover o cursor até o ponto desejado e clicar com o botão esquerdo. Após a inserção do ponto base, basta especificar os demais pontos pelo mesmo método. Outra opção é posicionar o cursor na direção desejada e digitar a distância relativa ao ponto anterior. Devido à sua simplicidade, esse método por si só não garante precisão de medidas ou ângulos.

· Ortho

Para auxiliar na precisão das medidas usamos a ferramenta Ortho (F8) que limita a inserção de pontos aos eixos horizontal e vertical. Depois de inserido o ponto base, basta mover o cursor do mouse na direção desejada e digitar a distância relativa ao ponto anterior.

· Polar

A ferramenta Polar (F10) auxilia o posicionamento de pontos em ângulos pré-determinados. Caracteriza-se por uma linha pontilhada e uma etiqueta que indica o ângulo absoluto e a distância em relação ao ponto anterior. Para configurá-la:

1. A partir do menu Tools escolha Drafting...
2. Na janela Drafting Settings, clique sobre a aba Polar Tracking;
3. Na caixa Increment angle, determine a progressão dos ângulos pré-determinados;
4. Para adicionar ângulos específicos, marque a caixa Additional Angles e determine-os como botão New;
5. Clique em OK para sair.

Dica:

Sempre utilize a coordenada 0,0 como ponto de partida para o desenho, principalmente quando houver repetições e/ou sobreposição de desenhos. Mantendo, por exemplo, o canto inferior esquerdo do projeto no ponto 0,0 é possível conferir pelas coordenadas a correta sobreposição de vários pavimentos além de facilitar a cópia de elementos entre desenhos com o uso da ferramenta “Paste to Original Coordinates” (menu Edit). Além disso, quanto mais se afasta o desenho dessa coordenada, maiores são os riscos de imprecisões de medidas e erros em hachuras;

image